OUÇA AO VIVO
TELEFONES

Prefeitura de Monte Mor cria “Grupo de Abordagem Social” e estabelece ações para população em situação de rua

sem-titulo-78Para garantir o acesso da população em situação de rua aos serviços, benefícios, programas e projetos governamentais a Prefeitura de Monte Mor, por meio das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Social, Segurança e Saúde criaram o “Grupo de Abordagem Social”.
As ações do Grupo enquadram-se na Lei 11.258 de 2005, que institui a garantia dos direitos, principalmente pela dignidade humana, convivência familiar, cidadania, atendimento humanizado e redução da pobreza das desigualdades sociais.
As atividades do Grupo iniciaram na última semana em busca de contribuir com sete homens que estavam em situação de rua no centro da cidade. Todos receberam atendimento em grupo, cadastro individual e estão sendo inseridos nos programas ofertados pela Governo Federal. Um deles está internado para tratamento de dependência.
Na última segunda-feira, dia 08, profissionais da assistência social, iniciaram as visitas casa a casa para que os familiares participem ativamente do tratamento que acontecerá semanalmente nos grupos de apoio realizados no CAPS (Centro de Atenção Psicossocial). Posteriormente a Administração pretende incluir os cidadãos nas atividades de ressocialização.
Para que o cidadão volte ao mercado de trabalho é preciso cumprir a frequência estabelecida pela assistência social e retorne todos os dias para suas residências. De acordo com o levantamento do “Grupo de Abordagem Social”, os sete cidadãos em situação de rua, tem endereço fixo na cidade. Três deles afirmaram dormir fora de casa.

PROCURA ESPONTÂNEA
Segundo a diretora da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social, Sandra Medeiros, após a busca ativa da semana passada, quatro pessoas procuram por atendimento do serviço social, com o objetivo de participar dos programas de atendimento socioeconômicos. “Iniciamos a semana bem, quatro homens nos procuraram para realização de atendimento, isso mostra que as ações estão surtindo efeito. Sabemos que mais que ressocializar é fundamental fazer o acompanhamento e estar próximos, contribuindo para a recuperação de cada um deles”.
Caso alguém encontre uma pessoa em situação e rua, pode fazer uma denuncia anônima para que a Guarda Civil Municipal faça a identificação desta pessoa e encaminhe para a Assistência e Promoção Social realizar as avaliações necessárias e contato com a família. As denuncias podem ser realizadas pelo telefone (10) 3879-2823.
Visitas a locais estratégicos e/ou de denuncias serão realizadas conforme o cronograma pré-estabelecido na última segunda-feira (08), durante o primeiro encontro do Grupo.