OUÇA AO VIVO

Legislativo e Executivo capivariano participam da solenidade de assinatura do convênio para gestão do Hospital Regional de Piracicaba

Bruno, Rogério, governador Alckmin e vice prefeito Vitor
Bruno, Rogério, governador Alckmin e vice prefeito Vitor

O grupo formado pelo presidente da Câmara Municipal de Capivari, Bruno Barnabé e pelos vereadores Flávio Carvalho, Guacyro Justino Alfredo e Rogério Marini, além do prefeito Rodrigo Proença, do vice-prefeito Vitor Hugo Riccomini, e do secretário de saúde Ivan Rosatto de Carvalho, participou da solenidade de assinatura do convênio para gestão do Hospital Regional de Piracicaba, na tarde de sexta-feira, 24, no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.
O evento contou com a presença do governador Geraldo Alckmin (PSDB), do secretário estadual de Saúde, David Uip, do reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, e o prefeito de Piracicaba, Barjas Negri.
A responsabilidade pela gestão do Hospital Regional será da Unicamp.
O Hospital contará com uma estrutura com capacidade para 138 leitos, dos quais 84 de internação, 20 de UTI adulto, 27 de cuidados mínimos, sete de Hospital-Dia, além de 10 salas cirúrgicas e o centro de diagnóstico por imagem.
Marcelo Knobel, reitor da Unicamp, disse que a universidade tem ampla experiência na administração de hospitais, além de uma equipe bem organizada e bem montada para iniciar a contratação de profissionais e planejar o funcionamento do Hospital, a partir do momento em que receber os repasses financeiros do Governo do Estado.
Previsto para começar a funcionar em março de 2018, inicialmente serão 60 leitos, divididos entre 30 cirúrgicos, 20 clínicos e 10 de UTI adulto, além de quatro salas cirúrgicas e os atendimentos ambulatoriais.
A expectativa é que, já no primeiro ano de atuação, o Hospital Regional realize 18,6 mil consultas médicas e não-médicas, 11,7 mil exames, 3,3 mil cirurgias e duas mil internações. A totalidade dos leitos será destinada aos pacientes SUS.
A gestão do Hospital Regional será realizada com recursos do Governo do Estado de São Paulo.
Segundo a assessoria da Secretaria Estadual de Saúde são R$ 32 milhões, considerando verba empregada em obras e destinadas à compra de equipamentos e mobiliário, já em fase de aquisição.
Para o ano que vem, o governo paulista já tem previsto R$ 35,8 milhões para custeio, no primeiro ano de funcionamento.
O presidente da Câmara Municipal de Capivari, Bruno Barnabé da Silva disse que esta é uma ótima notícia para Capivari.
“Nossa Capivari e região terão mais opção de atendimento em cirurgias e leitos de UTI, esta sem dúvida é uma grande notícia, sobre a qual temos muito que comemorar, afinal nossos vereadores sempre brigaram pela construção do Hospital Regional e pela sua conclusão para atender a nossa população”, afirmou.