Servidores de Monte Mor participam de palestra sobre assédio moral

Cerca de 60 servidores municipais de Monte Mor participaram da palestra do professor Dr. José Roberto Heloani, da Unicamp e professor conveniado de Nanterre – Sorbonne, França, sobre Assédio Moral.
A Palestra faz parte do Curso de Direitos Humanos e a Cultura da Paz promovido pela Prefeitura de Monte Mor por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social.
O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, Vilson Amaral, agradeceu a presença do professor, um dos mais renomados estudiosos do País sobre assédio moral, e disse que a atividade é importante para municiar os servidores sobre um dos problemas mais recorrentes entre os trabalhadores do setor público e privado.
“O tema é pertinente e ações como esta além de nos garantir importantes informações, tem por objetivo realizar um alerta sobre as relações de poder em um ambiente de trabalho. Isso serve tanto para o Poder Público, como para o setor privado”, disse Amaral.
A professora e diretora da Escola Municipal “Leonardo Rodrigues da Silva, Andressa Rodrigues, foi a interlocutora entre a Prefeitura e o professor Heloani.
Durante a atividade ela agradeceu a presença do professor e demais servidores e destacou a importância do palestrante frente ao tema de debate.
“É uma grande honra receber o professor em nossa cidade e tenho a certeza que a palestra além de esclarecedora é inspiradora e fará como que olhemos de outra forma nas mais diversas relações de trabalho”, comentou Andressa.
Durante mais de uma hora o professor realizou uma explanação sobre o tema e as suas variantes. Para ele, o assédio moral é intencional, porque é direcionado e tem um objetivo específico.
Para ele, a intencionalidade se dá pela forma constante em que ocorre e continua acontecendo nas empresas.
“É claro que não posso saber o que passa na cabeça de quem assedia, mas dá para saber, pela própria frequência, que está voltado para alguém, com a intenção de ferir, de humilhar, que não é um simples conflito, um simples desentendimento”, afirma Heloani.
A coordenadora do Curso de Direitos Humanos, a advogada Cátia Araujo Souza avaliou a palestra do professor como reveladora e acredita que o objetivo foi alcançado. “Queremos levar o servidor a reflexão e sem dúvida os apontamentos do professor foram importantes para que possamos olhar o fato de uma maneira diferente”, disse Catia.
A secretária informou que em abril teremos uma nova palestra e que em breve o tema será confirmado.