Rebelião na Penitenciária de Porto Feliz, grande número de presidiários são detidos em Capivari e Rafard

Ao final da tarde desta última segunda feira, vários presídios de São Paulo tiveram fugas de detentos e rebeliões, após a Corregedoria-Geral da Justiça suspender a saída temporária dos presos em regime semiaberto, prevista para ocorrer na terça dia 17.
Em vista do momento atual de estarmos enfrentando uma pandemia, a suspensão foi definida devido ao temor de que os presos retornassem às prisões infectados com coronavírus e transmitissem a doença aos demais detentos.
Cerca de 600 detentos fugiram do Centro de Progressão Penitenciária de Porto Feliz no início da noite desta segunda-feira.
Parte dos presos fugiu e os que permaneceram na unidade promoveram quebra-quebra e queimaram colchões.
Uma força conjunta da Polícia Militar, Polícia Civil e Guardas Municipais de várias cidades permitiram a recaptura de mais de 450 destes detentos.
Somente em Capivari cerca de 42 presidiários foram detidos e levados para a penitenciária de Porto Feliz.

Ônibus

Em uma das situações, 11 bandidos armados invadiram um ônibus e rumaram para Americana, sendo presos na cidade de Campinas através do rastreamento GPS
Estavam armados com faca, uma espingarda e um revolver de vacinação de animais.

Guarda Civil de Capivari participou da ação
de recaptura dos presidiários fugitivos

A GUARDA CIVIL DE CAPIVARI sob o Comando do Secretário de Segurança Gamaliel Lourenço de Souza ficou mais de 24 horas em total empenho na recaptura dos presidiários que fugiram do presídio de Porto Feliz.
Neste período 38 foragidos foram recapturados pela nossa Guarda Civil, que tem um trabalho constante para garantir a segurança dos nossos munícipes