Pandemia: consequências e novas ameaças

É difícil de acreditar, mas a ONU tem divulgado ao longo de 2020 a forte relação entre o o desmatamento, a perda de biodiversidade, a invasão do homem às áreas de florestas nativas, com o desequilíbrio que lamentavelmente deu espaço a pandemia que assolou a economia mundial.
O foco está voltado ao combate ao novo coronavírus, mas se não revertermos nosso comportamento em relação ao meio ambiente, novas epidemias virão.
O desequilíbrio nos ecossistemas causados pelo desmatamento, além de impactar negativamente nas mudanças climáticas, pode gerar diversos transtornos à saúde humana de diversas formas.
A responsabilidade é de cada cidadão e atuar de forma significativa em causas ambientais para evitar maiores consequências é obrigação de todos e principalmente dos governos na adoção e implementação de políticas públicas eficientes para evitar que maiores desastres aconteçam.
Cuidar do meio ambiente, evitando desmatamentos e expansão das invasões aos ecossistemas não explorados ou pouco explorados é uma medida extremamente necessária para evitar e minimizar a nossa exposição à novas doenças e à grandes epidemias como a COVID 19.
Uma das muitas coisas que aprendemos com o choque global da COVID-19 é como a humanidade está intimamente ligada à Natureza. Um agente patogênico carregado pela vida selvagem infectou mais de 70 milhões de pessoas, interrompeu cadeias de suprimentos globais, revelou injustiças sociais e expôs novas vulnerabilidades em nossos sistemas financeiros: os custos de nosso relacionamento rompido com a natureza estão surpreendentemente nítidos.
É necessário definir uma visão coletiva para a recuperação global num cenário pós pandêmico nos próximos anos. O reconhecimento e tomada de decisões considerando a importância da natureza para este novo contexto mundial será essencial para construir um mundo melhor. Seja para nossa saúde física ou financeira, está claro que precisamos da natureza agora.
Repensar nossas ações no que se refere aos hábitos de consumo, uso dos recursos naturais e preservação da natureza, é mais do que necessário para que possamos garantir uma melhor qualidade de vida para nós e para as gerações futuras.