Junior Pazianotto endoça pedido de devolução do prédio pela CNEC e fala das ações municipais preventivas contra o coronavirus

O vereador Júnior Pazianotto, no uso da tribuna, nesta última sessão, lembrou das sugestões dos vereadores e o pedido anterior do vereador Flávio Castro Carvalho para que a CNEC desocupe o prédio cedido pelo município, onde hoje funcionam apenas dois cursos superiores.
Para o vereador esse prédio poderá ser usado para atendimento de pacientes da COVID-19, como disse o vereador Denilton Rocha.
O vereador Junior disse que a direção da CNEC poderia devolver o prédio à Prefeitura de Capivari – conforme já pediu em requerimento, o vereador Flávio Carvalho, presidente da Câmara Municipal de Capivari – para que o espaço seja utilizado para atender os possíveis pacientes da COVID-19.
A respeito da doença, causada pelo coronavírus, Pazianotto, que é da área de saúde, disse que o mundo inteiro não está preparado.
Mas ao contrário do Brasil, outros países têm capacidade financeira melhor.
Disse que o Brasil ainda tem muitas dificuldades e pobreza que refletem no combate à expansão da pandemia.
Junior falou que Capivari está buscando a isenção de tarifa de água para as pessoas que têm a “Tarifa Social”, formada por pessoas de baixa renda.
No momento, o município segue com a suspensão de cobrança da taxa de água.
Por enquanto, a cidade conta com 10 leitos de UTI disponíveis e está trabalhando para que chegue a 17, enquanto tenta comprar mais respiradores para somar aos 18 disponíveis na Santa Casa e na Unimed, falou na tribuna o vereador Junior