OUÇA AO VIVO
TELEFONES

Vereador dr. Guacyro desabafa sobre falta de leitos em UTI para pacientes de Capivari

sem-titulo-61O vereador Guacyro Justino Alfredo (DEM) desabafou que os pacientes de Capivari e da microrregião estão sem vagas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em hospitais da rede pública de saúde no Estado de São Paulo.
O desabafo se deu durante a fala do vereador na Tribuna Livre da 5ª Sessão Ordinária, na noite de segunda-feira, dia 05, na sala das sessões do Palácio 10 de Julho.
Dr. Guacyro, que é médico da rede pública de saúde há 36 anos, lamenta que o Estado não supra as necessidades de leito dos pacientes atendidos pelo SUS na Santa Casa de Capivari.
Ele explica que esses pacientes, quando precisam de atendimento especializado caracterizado como média e alta complexidade, ficam à mercê da Central de Regulação de Vagas Municipal, para a cidade de Piracicaba, e da Central de Regulação de Vagas do Estado, que dispõe de vagas para pacientes em qualquer município do Estado de São Paulo.
“A gente vê vidas indo embora por falta de atendimento em especialidades, não adianta alguns casos na Santa Casa o médico pedir UTI e as famílias acreditarem que a Unimed dará conta porque a nossa UTI não atende média e alta complexidade, e na Central de Vagas tem duas regulações, municipal em Piracicaba e estadual em todo o Estado, nós mal conseguimos na municipal”, explica.
O vereador deixou seu repúdio em relação à falta de vagas na especialidade que o paciente necessita.
“O Estado seria nosso carro chefe a ter vagas e a Central de Vagas de Piracicaba se diz saturada, assim sem respaldo, perdemos o senhor Roque e tantos outros mais porque os responsáveis pela saúde no Estado nem sabem que alguém morreu na Santa Casa de Capivari por falta de especialidade, e se fôssemos fazer uma lista dos que já morreram na Santa Casa porque nós não temos leito de UTI, especialidades em hospitais do estado, daria um livro de mortes que poderiam ser evitadas”, afirma.
Dr. Guacyro conclui pedindo apoio de todo o poder público e de toda a a população.
“As pessoas continuam morrendo e vão continuar morrendo se não fizermos nada e por isto eu peço ajuda de todos os que usam as redes sociais para que tenhamos as portas da Central de Vagas e do Governo do Estado abertas para mostrar o quanto precisamos de especialidades e a Santa Casa não irá fechar as portas mesmo que esteja com dívidas”, finaliza.