OUÇA AO VIVO
TELEFONES

O chorão e a vida

sem-titulo-53Gosto de passear pelo jardim admirando as plantas e as árvores. Parei diante de uma delas, árvore que eu mesmo há mais ou menos uma década plantei. Era pequenina e frágil, hoje está enorme e forte. Fiquei a olhar e mentalmente a ouvi falar para mim que estava triste, pois sua coloração estava sombria e escura, e o povo a chamava de Chorão. Pensei um pouco e logo resolvi pegar algumas orquídeas que estavam plantadas num vaso, bastante floridas e as amarrei nos galhos do chorão. Passado um tempo, voltei ao mesmo lugar e revi o chorão todo alegre pelo novo visual. Os pássaros voavam em seus galhos e cantavam com alegria. As cores alegres deram nova vida à planta que outrora estava triste.
Assim como as plantas somos nós também. É preciso renovar as cores da vida para termos novas energias e prazer de viver.

Ludovico Sarcinella
Capivari, 7 de Maio de 2018