OUÇA AO VIVO
TELEFONES

Cap PM Donizete, comandante da 2ª Cia PM de Capivari, em entrevista na Rádio Cacique e “Correio”

Cap PM Donisete, comandante da 2ª Cia PM de Capivari durante entrevista com Lurial, na Cacique AM
Cap PM Donisete, comandante da 2ª Cia PM de Capivari durante entrevista com Lurial, na Cacique AM

Na tarde desta última 4ª feira, dia 08, o comandante da 2ª Cia PM de Capivari, cap PM Donizete, foi recebido em entrevista na Rádio Cacique e Jornal Correio.
Conversou com Lurial, também expert em segurança e Ten da PM aposentado e ex-comandante da Guarda Civil de Capivari
A conversa foi iniciada com explanação sobre a importância do Programa Vigilância Solidária implantado em todo o Estado pela Polícia Militar do ESP.
Em reunião, há alguns dias, com moradores do ´populoso Bairro Cancian, o Capitão Donizete expôs aos presentes a importância do Programa, dizendo que a Polícia não pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo , portanto, precisa desta importante parceria com a sociedade, a necessidade da união entre os moradores, no sentido de um olhar a residência do outro.
Quanto mais moradores, vizinhos, participarem, mais pares de olhos existirão para ajudar na prevenção.
Falou que, em várias cidades onde existe o Programa, a criminalidade foi reduzida a índice zero ou bem próximo.
A criação e implantação é simples, basta haver um grupo de whatszap e a indicação de um Tutor para o grupo.
Esse Tutor terá contato direto com o Comandante local e atuará inserindo ou excluindo moradores do grupo, além de orientar que não é permitido no grupo nenhum tipo de postagem que não vise a segurança do bairro.
Disse que o custo é zero, exceto a aquisição de pequenas placas contendo o logo do Programa que tem um custo de 5 reais para aqueles que desejarem colocar a placa em suas residências, alem de um custo aproximado de 160 reais para a confecção de uma placa maior para ser colocada na entrada do bairro que aceitou o programa; esse custo deve ser rateado entre todos os participantes, finalizou dizendo que todos os participantes podem acionar a Polícia através do 190 quando houver necessidade.
O segundo assunto explanado pelo capitão Donizete, foi sobre as blitz com bafômetro na cidade.
O Comandante explicou que a PM vem intensificando esse tipo de operação para inibir os motoristas a não ingerirem bebidas alcoólicas quando forem dirigir.
Lembrou que o motorista flagrado com qualquer índice de embriagues, mesmo aquele que ingeriu somente uma latinha de cerveja, será autuado com uma multa de quase 3 mil reais.
Numa possível reincidência, esse valor é dobrado e se o bafômetro acusar mais de 0,33 miligrama de álcool por litro de ar alveolar (mg/L), o motorista será conduzido para a Delegacia, terá sua habilitação suspensa e será processado criminalmente.
Terceiro assunto tratado com o capitão Donizete foi sobre o esforço contínuo das forças de segurança da Capivari (Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal) para garantir a tranquilidade e segurança dos cidadãos. O Comandante disse que os índices de ocorrências de alto risco e grau de letalidade (roubo,homicídio, etc) são satisfatórios.
Segundo registros na secretaria de Segurança, a maioria da demanda dos atendimentos é para o uso e tráfico de drogas, furtos em residências e comércios, além de perturbação do sossego público.
Completou dizendo que, apesar das dificuldades com os recursos humanos e materiais, a Polícia Militar vem se esforçando para garantir seu papel institucional que é a proteção à vida e ao patrimônio.
Outro assunto que tem preocupado a população foi sobre a recente determinação do fechamento da Delegacia de Polícia de Capivari para a elaboração de flagrantes no período noturno.
Durante a noite, o flagrante somente será lavrado na cidade de Piracicaba (Central de Flagrantes).
O Comandante disse que as demais ocorrência serão atendidas normalmente em Capivari todos os dias nas 24 horas.
Perguntado se o deslocamento da viatura conduzindo as partes envolvidas na ocorrência para a lavratura do flagrante em Piracicaba não prejudica o policiamento na Cidade?
O Comandante minimizou dizendo que essa nova determinação não é o ideal, mas não é definitiva, isso deve permanecer até que seja enviado mais um Delegado de Polícia para Capivari e que o policiamento da cidade não será prejudicado porque viaturas das cidades mais próximas irão ser deslocadas.
Finalizando o Comandante Donizete lembrou da importância da recriação do CONSEG (Conselho de Segurança) de Capivari, que tem como finalidade atuar como uma excelente ponte entre as necessidades das Forças de Segurança da Cidade diretamente com a Secretaria da Segurança Pública em São Paulo.
Disse para finalizar, que está disposto, Juntamente com a Delegada de Polícia dra Maria Luiza, a visitar todas as lideranças comunitárias de Capivari explicando a importância dessa excelente ferramenta em prol da Segurança Pública local, que é o CONSEG.